FOTOS & VÍDEO [LEGENDADO]: Selena Gomez cede entrevista ao programa "Jimmy Kimmel Live!"
NYLON: "Será muito, muito em breve" Afirma Selena Gomez sobre o lançamento da sua nova música!
FOTOS: "No próximo mês" - Nova sessão fotográfica de Selena Gomez é divulgada!
Início              noticias              Selena Gomez              Galeria              Site

VÍDEO: “Foi desafiador da melhor maneira possível” – Selena Gomez sobre “Rudderless” num novo excerto da sua entrevista à MTV!


Um novo vídeo proveniente da entrevista cedida por Selena Gomez na press junket de “Rudderless” foi divulgado, onde a mesma comenta sobre a relação que sente com a personagem por si interpretada no drama musical e ainda o que a força a chorar em cenas como as do filme! Confere-o então abaixo:

MTV: Este é um papel muito obscuro e emocional para ti. O que fizeste para entrar em personagem?
Selena Gomez: Bem, primeiro consigo relacionar-me com ela a nível de ter-mos a mesma idade e já estar desconfortável em descobrir quem sou, como controlar as minhas emoções, o que isto e aquilo significam. E adicionar uma tragédia no topo disso… tive de ter momentos para mim mesma antes de entrar em certas coisas, e foi completamente diferente de qualquer coisa que já tenha feito então, foi desafiador da melhor maneira possível e não poderia ter estado rodeada por melhores pessoas para passar por aquilo. Não poderia ter estado rodeada por melhores pessoas para passar por isso e fazer parte de um projeto melhor.
MTV: O que se passa pela tua cabeça quando tens de te forçar a chorar e todas essas coisas?
Felicity Huffman: Oh esses são segredos de ator, nunca se divulgam!
Selena Gomez: Sim, é tudo interno. A Felicity sabe, ela deu-me o melhor abraço depois de gravarmos uma das primeiras cenas.
Felicity Huffman: Porque estiveste tão bem!
Selena Gomez: Obrigada! É só que, temos de nos colocar no lugar da personagem 

Fonte: MTV | Texto: Selena Gomez Portugal

COLLIDER: “Tenho apenas de me focar em todas as coisas boas.” – Selena Gomez em entrevista ao site

Uma nova entrevista cedida por Selena Gomez, esta ao site Collider, nesta fase promocional a “Rudderless” foi divulgada, onde a atriz e cantora abordou muitíssimos assuntos, tais como o drama musical, a sua personagem e colegas de elenco, “Spring Breakers” e Harmony Korine, “Hotel Transylvania”, a sua carreira musical e o que está por vir, os seus fãs e chegou mesmo a comentar um dos momentos mais orgulhosos para si na sua carreira! Confere-a então abaixo, traduzida por completo:

Collider:  Como é que Rudderless chegou até ti?

SELENA GOMEZ:  O Bill Macy viu-me, na verdade, em Spring Breakers, então eles enviaram o script à minha equipa. Com as primeiras 20 páginas, eu sabia que queria fazer parte dele, simplesmente porque quero sempre desafiar-me, mesmo não estando na coisa toda. A minha amiga Taylor diz, “Se és a pessoa mais inteligente na sala inteira, estás na sala errada.” Como atriz, quero ser apenas uma esponja. Respeito a Felicity Huffman como uma mulher na indústria e acho que ela e o Bill são ótimos exemplos. Tive uma grande paixoneta pelo Billy Crudup devido ao filme Alsmost Famous. Sinceramente, foi um sonho tornado realidade. Gravar o filme foi bastante emocional e aquele elemento dele foi interessante. Já senti aquilo que ela estava a sentir porque tenho a idade dela. Eu sei que lidar com emoções agora é tão constrangedor porque não temos a certeza. Então, há todas estas coisas a acontecer e depois adiciona-se uma tragédia que eu, literalmente, não poderia imaginar. Foi bastante pesado, mas acho que ela foi uma parte importante do contar daquela história.

Mesmo sabendo que é uma situação muito mais trágica e extrema, pudeste entender e simpatizar com o que esta personagem teve de lidar, debaixo do exame minucioso do público e dos mídia? 

GOMEZ:Completamente. Não imaginaria que seria assim. Sinto que, todos têm de lidar com aquele tipo de situações à sua maneira. É diferente quando é a minha família e as pessoas estão a falar sobre isso. Não posso fazer nada sem ser pensar que é injusto porque eles nunca foram colocados nessa posição. Eu faço o que faço, então eu sei o que vem com isso. Para mim, tenho apenas de lidar com isso. Acho que até as pessoas que lêem aquelas coisas não acreditam nisso. Querem comentar e dizer coisas, mas acho que eles sabem. É bastante óbvio.

Tinhas alguma ideia, que quando fizeste Spring Breakers, isso te levaria a um tipo diferente de trabalho? Era isso que esperavas com o filme?

GOMEZ: Sim. Primeiramente, queria apenas fazer algo diferente e a minha mãe era uma grande fã do Harmony Korine. Para mim, resultou perfeitamente. Voei até Nashville e fiz a audição para o filme e eu, realmente, lutei pelo papel. O Harmony acreditou em mim e desafiou-me. E depois, todas estas outras coisas vieram atrás. Foi realmente bom. Essa transição é muito constrangedora. Continuo a passar por ela. Não está tudo bem agora. Mas, isso foi uma grande parte do porquê. Acabei de jantar com o Harmony porque ele tem um lugar muito especial no meu coração por acreditar em mim dessa maneira.

Para onde queres ir a seguir na tua carreira?

GOMEZTive um ano todo transacional. Mudei-me e comprei a minha própria casa. É a primeira vez que estou a viver por minha conta. É estranho. Então, o objetivo principal é o sentimento que tive ao ler Spring Breakers e o sentimento que tive com Rudderless. Não me quero apenas sentar e falar sobre coisas com as quais não me importo. Quero apenas fazer filmes e mover-me. Quer sejam comédia ou drama, não sei. Tenho estado a ler constantemente scripts. Depois de ler 20, gostei apenas de dois. É apenas aí que eu estou. Sou sortuda por poder ir a audições para alguns destes filmes, mas é toda uma outra pressão adicionada porque estou a ir para estes filmes onde eles não querem realmente alguém como eu. E depois, estou na sala e, no topo disso, eles já sentem que me conhecem, então há toda uma outra nova coisa com a qual estou a batalhar. É bom, no entanto. Está a tornar-me humilde numa maneira muito maravilhosa e a tornar-me uma melhor atriz. Fico tão desconfortável nas audições e fico nervosa, então tem sido bom. Veremos. O que quer que venha a seguir, estou à espera disso e mal posso esperar.

Estás a gravar Hotel Transylvania 2?

GOMEZ: Já gravei um pouco. Não está tudo feito, então tenho de gravar mais com o Andy Samberg brevemente, estou muito animada com isso. Mas por agora, estamos apenas a juntá-lo e a ver o que acontece. Há algumas coisas que eles estão a arranjar, então veremos.

Adoras continuar a manter o público mais jovem e fãs, ao te envolveres com filmes de animação como esse?

GOMEZUm dos momentos mais orgulhosos na minha carreira, para mim, foi no Toronto Film Festival porque durante o dia, estreei Hotel Transylvania e tive todas estas crianças a correr por ali e à noite estreamos Spring Breakers. E depois, na semana a seguir, o regresso da minha série de televisão (para Os Feiticeiros De Waverly Place) foi ao ar. Para mim, isso foi exatamente aquilo que eu quero puder fazer. Quero fazer coisas que amo que atinjam diferentes públicos. Comecei com crianças, então sou viciada com os fãs mais pequeninos. Nunca quero que eles me esqueçam. 

Sentes que sabes quem és agora, como atriz e cantora, ou sentes que ainda estás a descobrir isso?

GOMEZ:Sinceramente, sinto que tenho uma ideia melhor. Agora que quero fazer coisas com as quais me preocupo, o resto virá. Tenho tendência a não falar muito, então dizer não é-me difícil. O maior passo em ser adulto é dizer, “Isto é o que eu gosto de fazer. Isto é o que não gosto.” Sermos nós mesmos significa que certas pessoas não gostarão disso. Ainda estou a descobrir e a levar as coisas um dia de cada vez.

Pensaste sobre que tipo de rapariga é a tua personagem em Rudderless, antes deste acontecimento se dar e a mudar, e que tipo de relação ela tinha com o Josh?

GOMEZ:Eu acho que há um momento, na vida de todas as raparigas jovens, quer aconteça com a tua família, ou uma tragédia ou o falecimento de alguém na tua família, ou namoro, onde há um ponto de viagem onde vais de extremamente esperançosa e alegra para te perguntares se estás bem onde estás. É sempre constrangedor. Eu e as minhas melhores amigas falamos sobre isso mais do que tudo. Às vezes acordo feliz, outras vezes não. O quê que isso significa e de onde bem? Eu sei que ela parecia o tipo de rapariga que era atormentada por isto. Sinto como se ela não fizesse ideia daquilo que sentia por dentro. Ela sabia como comunicar através da música, então ela estava extremamente ofendida quando a personagem do Billy fez aquilo que fez. E depois, ela não conseguia lidar com as suas próprias coisas. Estava, sinceramente, extremamente exausta às vezes. Algumas coisas foram cortadas por serem um pouco ainda mais intensas. Ela estava muito zangada. Foi libertador.

Ela tem, obviamente, dor e raiva, com razão, mas também tem de haver força lá, para ela sobreviver a tudo. Já pensaste como é que ela ficou, depois de tudo isto? 

GOMEZ: Há um pouco de lapso no tempo, onde ela se elimina e ela diz que se eliminou. Isso fará sempre parte de alguém. É quase como com o primeiro amor. Fará sempre parte de ti. Ela carregará sempre com o lidar da perda disso. Em geral, acho que as pessoas se conseguem relacionar com isso. 

Este tipo de acontecimentos dão-se de modo demasiado comum e todos se conseguem relacionar com eles, de certa forma, mesmo não estando pessoalmente ligados. Lembras-te da primeira vez que ouviste sobre algo assim, ou de alguém a cometer violência ou a sofrer dela, e como é que isso te afetou?  

GOMEZ:Imediatamente, no meu grupo, não. Isso é uma grande parte da razão pela qual eu não consigo ver as notícias. É extremamente inquietante. Certas pessoas podem ser um pouco insensíveis devido aos filmes, e eu faço completamente parte desse mundo, então eu percebo. Mas quando estás, na verdade, a ver o que está a acontecer, não consegues não ficar um pouco afetado. A Felicity Huffman salientou algo bastante bom quando disse que é uma comunidade. Estamos todos juntos nisto. As pessoas assumem que está a acontecer a outra pessoa, então não será realmente resolvido se ninguém for, estiver lá, se apoiarem uns aos outros e descobrirem onde é decorrente. Não é muito bom de se ver.

O que aprendeste ao trabalhar com o Bill Macy? De alguém que estava a realizar, que tem experiência em representar, como foi para ti?

GOMEZ:  Foi a primeira vez que trabalhei com um realizador que era ator, então é imediatamente diferente. Ele respeitou onde eu estava emocionalmente. Foi mais ele a ajudar-me a ultrapassar isso, ao contrário de me dizer o que sentir e como deveria de ser. O Billy e o Bill trabalharam tão bem juntos que foi extremamente fluído e muito confortável para uma personagem desconfortável. Isso é pelo qual eu estou agradecida.

Como foi partilhar o cenário com o Billy Crudup, tendo uma paixoneta por ele?

GOMEZ: Foi tão divertido. Esta personagem, para ele, era obviamente muitíssimo emocional, então eu respeitei-o apenas e ao seu espaço. Eu ultrapassei a minha paixoneta por ele, depois de passar algum tempo com ele, mas estava muito nervosa. Sinceramente, ele é muito simpático, extremamente profissional e muito querido.

Já pensaste para onde queres ir a seguir, com a tua carreira musical? Também queres ramificar?

GOMEZ: Sim, isso está a caminho. Há algumas surpresas nesse mundo. A música é muito terapêutica para mim. Este ano eu pude ir e fazer parte da minha música, mesmo que não tenha ido a lado nenhum. A música tem estado na minha vida o ano inteiro, e há algumas coisas a caminho que eu estou animada em partilhar com as pessoas mas tenho-o mantido muito, muito debaixo da coberta. Essa nova fase precisa de ser o crescimento. Eu aplico isso a tudo o que faço. A minha linha de roupa terminou com a K-Mart. Comecei a linha de roupa aos 16 anos e agora tenho 22 anos. É muita transformação para mim. Estou apenas a tentar descobrir o que é melhor para mim.

Depois, à medida que vais ficando mais velha, tens coisas que queres estar disponível para dizer na tua música.

GOMEZ: Uma das minhas músicas preferidas que já fiz é “Who Says” e eu tinha 17 anos quando a gravei. Foi exatamente o que senti durante aquela altura. Foi aí que soube o quão poderosa a música é. Quando apresento essa música, as mães, adolescentes e raparigas jovens sabem exatamente aquilo que estou a dizer. Então sim, quando mais velha fico, mas tenho para falar e a música é um vetor realmente bom. Descansei um pouco na música e mal posso esperar para ver o próximo passo, agora que tenho esta coleção de coisas.

A música neste filme é tão importante para as personagens e elas sentem-se profundamente ligadas a ela. Tens música com a qual te sentes assim, na tua própria vida?

GOMEZ:  Sinceramente, acho que a Adele o faz realmente bem. Acho que é porque as suas letras são extrema e elegantemente colocadas, só queres chorar. Desde a maneira como ela a apresenta à emoção por detrás da sua produção, é apenas deslumbrante. Fico sempre animada com isso. Esse é o mundo no qual queremos viver. Ela parece estar muito em contacto com as suas emoções.

À medida que vais crescendo, vai-se tornando mais difícil estar fora em turnê por qualquer período de tempo?

GOMEZ: Isso pode mudar tudo totalmente. Tens tempo para ti e o teu corpo todo pode estar em baixo. Mas enquanto sou jovem, gosto disso. Gosto de andar por aí. Estou a gostar de viajar. Absorvo o quanto que posso e vou a lugares bonitos que não sei se alguma vez visitaria. Neste momento, eu gosto disso e quero continuar a fazê-lo. Talvez quando for mais velha isso venha a mudar, mas estou a gostar disso por agora. O meu corpo aguento. É tão gratificante apresentar-me em palco. É mesmo. Assumes-te. É uma adrenalina. Mal posso esperar por voltar em turnê, por esse motivo em particular.

Torna-se oprimido no palco, apresentar-se de frente a tantas pessoas?

GOMEZ:  Procurem no google “Selena Gomez a chorar no palco,” e há provavelmente 15 vídeos disso. Estou a abrir-me e a falar com estas pessoas. Às vezes para mim, são crianças. Quando bloqueias o olhar com alguém e eles estão apenas apaixonados por ti – e eu sinto-me quase a chorar agora – isso é fantástico e é tão poderoso. Darei quatro concertos de seguida, mas depois na quarta noite, apanharei alguém e estamos apenas ligados. É o sentimento mais louco. Sou muito sortuda devido às crianças. É o seu primeiro concerto. Quando têm 25 anos e alguém diz, “De quem foi o teu primeiro concerto?,” eles dirão que foi meu. Não levo isso de animo leve. Acho que é uma honra extrema. É realmente bonito.

De quem foi o teu primeiro concerto?

GOMEZ: Foi da Britney Spears. A minha mãe trabalhou em três trabalhos para guardar dinheiro. Era o meu maior sonho. Sentei-me lá em cima, nas galerias, mas foi uma das melhores noites da minha vida.  Quando era mais nova, isso era tudo para mim. Tinha o CD e era realmente divertido. Tenho a certeza que a minha avó ainda tem o meu glow stick no frigorífico. Há um vídeo que eu fiz, que eu tenho a certeza que está online também, para a experiência do meu concerto que era mostrado ao público enquanto estava nos bastidores a mudar de roupa. Eu expliquei isso, no meu primeiro concerto, estava no concerto da Britney e esta bem lá em cima, no topo. Eu disse, “Agora posso estar no outro lado e estou aqui, de frente a todos vós.” Deixei que isso fosse sabido porque é genuíno. É surreal, por vezes, sentar e olhar para aquilo que a minha vida é. Há muita coisa boa nela.

É uma grande responsabilidade e parece que lidas com isso graciosamente.

GOMEZ:  Agradeço por isso. Obrigada. Tenho os meus momento, mas sou sortuda e tenho apenas de me focar em todas as coisas boas que estão a acontecer.

Matéria: Collider | Tradução & Adaptação de Texto: Selena Gomez Portugal

VÍDEO: “Gosto demasiado de representar e cantar, para escolher um” – Selena Gomez em entrevista à MTV

Um novo excerto da entrevita cedida por Selena Gomez na press junket de “Rudderless” para a MTV foi divulgado, sendo que neste a atriz e cantora fala mais sobre equilibrar a sua carreira de atriz e cantora! Confere-o abaixo:

MTV:O tom do filme é muito tocante, o que fizeram para manter a luz/vida no set ou iam para casa sozinhos e bebiam um copo de vinho ou tomar um banho…
(ao instante 0:27) Selena Gomez:Sinceramente, eu sinto que a música iluminou tudo. A gravar as minhas cenas, que não são necessariamente as maiores, mais entusiasmantes, cenas alegres, mas quando parávamos de gravar o Billy ou o Bill começavam a tocar música. As pessoas estavam, meio que, a ouvir música constantemente no set, o que me ajudou e me deixou confortável. A música não o tornou obscuro o tempo todo, tornou a energia mais iluminada.
MTV: Já vi as vossas cenas e estou a pensar no início, quando estão juntas, é uma das mais escuras.
Selena Gomez: Claro.
Felicity Huffman:Sim
MTV:Selena estás a divertir-te a equilibar a música com a representação?
Selena Gomez: Sim, ainda estou a descobrir os prós e contras, mas em todos os projetos nos quais estive fui sortuda e a música, para mim, há um capítulo completamente novo a caminho, que mal posso esperar para partilhar com as pessoas. Acho que ainda estou a tentar descobrir tudo. Mas gosto muito de ambos, para escolher um.
MTV:Algo que nos possas contar sobre o novo capítulo?
Selena Gomez:Não, é uma surpresa. Verão!

Fonte: MTV | Texto: Selena Gomez Portugal

2DayFM: “As pessoas assustariam-se se soubessem o quão inteligente ela é!” – Taylor Swift sobre Selena Gomez

Numa recente entrevista cedida por Taylor Swift à rádio australiana 2DayFM, a cantora e melhor amiga de Selena Gomez não deixou de falar sobre a sua amizade, bem como de elogiar bastante a atriz e cantora! Confere abaixo:

  • Confere o áudio da entrevista clicando aqui, ao instante 6:55.

Entrevistadora: A Selena Gomez é realmente tua melhor amiga ou é uma daquelas celebridades...
Taylor Swift:Oh não, ela é definitivamente uma das minhas melhores amigas.
Entrevistadora:E tu queres que ela se mude para Nova Iorque?
Taylor Swift:Sim, quero que ela me esteja próxima.
Entrevistadora:Sentes-te protetora dela, porque eu sinto que tu és tão forte e sabes quem és, e és boa com toda a mídia. Sentes-te protetora dela?
Taylor Swift:Sim, absolutamente. Eu acho que uma coisa sobre aprender a ser a melhor amiga que consegues ser é quando tens de deixar as pessoas decobrir as coisas por elas próprias. Eu confio nela, acho que ela tem um bom sentido de crítica, acho que ela fará coisas fantásticas com a sua vida. Ela é incrivelmente inteligente, as pessoas assustariam-se se soubessem o quão inteligente ela é. Eu acho que uma coisa que temos de fazer enquanto amigo(a)s é estar lá pelos teus amigos, quer seja aquilo pelo qual eles estejam a passar, e nunca tentar chefiá-los, isso é a pior coisa que se pode fazer.
Entrevistadora:Mas vocês têm-se tornado tão amorosas uma com a outra, vocês estão na mesma indústria e debaixo da mesma pressão, deve ser fantástico.
Taylor Swift:Sim, é divertido quando voltamos atrás no tempo e contamos histórias antigas, porque ela agora tem 22 anos e eu tenho 24, conhecemo quando eu tinha 16-17 anos. É de loucos a quantidade de coisas pelas quais ambas já passámos.

Fonte: 2DayFM | Texto: Selena Gomez Portugal

ELLE: “Este ano foi mais como um ano de faculdade para mim.” – Selena Gomez em entrevista à revista!

De várias maneiras, este ano abriu um novo capítulo na vida de Selena Gomez. Depois da música e atriz ter deixado para trás a sua imagem Disney quando “Os Feiticeiros de Waverly Place” terminaram em 2012, ela assinou com a Interscope Records e tornar-se na melhor metade para uma certa estrela pop. A seguir o seu tenso papel em “Spring Breakers” o ano passo, ela tem estado a procurar ativamente por papéis que a desafiem como atriz e lhe exijam algo do seu lado emocional. O seu último esforço é um filme chamado “Rudderless”, que estreia hoje nos cinemas e on-demand, que foi realizado por William H. Macy. No filme, a estrela de 22 anos interpreta a namorada de um estudante que foi morto num tiroteio escolar. Falámos recentemente com Gomez em Los Angeles sobre dramatizar um assunto sensível, ir às compras enquanto as crianças estão na escola e o seu maior arrependimento de moda na red carpet.

A tua parte no filme é significativa mas não é particularmente grande. Porquê que aceitaste este papel?

Estou num período muito transacional na minha carreira de atriz. Estava habituada à minha série e a algum do material que fazia – As Aventuras de Ramona, Monte Carlo. E estou tão orgulhosa disso. Esse é exatamente o lugar onde estava durante aquela altura. Mas quando a minha série terminou, sabia que queria algo completamente diferente. Aconteceu Spring Breakers. Trabalhei super no duro para isso e lutei por isso, foi incrível e fez muito por mim. Fui bastante sortuda porque o William H. Macy viu Spring Breakers, viu a minha prestação e enviou-me o script no qual tinha estado a trabalhar por um tempo. Com as 20 primeiras páginas eu sabia que queria fazer parte do filme. Sabia que era uma personagem que exigia bastantes dano emocionais. E queria aprender com pessoas como o Bill Crudup e a Felicity Huffman.

Como é que te colocaste nesse lugar tão emocional?

Tive de, definitivamente, levar algum tempo. Entrava numa sala diferente e colocava-me nesse lugar. É secante. Ainda continuo a alongar e descobrir as coisas então não sou o tipo de ator que consegue apenas ligar isso. Precisei de me colocar naquele lugar. A seguir a filmar uma das cenas que fiz, a Felicity veio ao me trailer e deu-me o maior abraço. Foi tão querido. Ela disse, ‘Vamos buscar algum gelado para tirar a tua mente disso.’

O filme é igualmente sobre um tiroteio escolar, o que é um assunto sensível nestes dias. Qual foi a tua opinião sobre isso?

É um assunto sensível e fazer um filme sobre isso é outra coisa. Então é por isso que começas com o tiroteio e depois é mais uma história de salvação e esperança. É desconfortável, mas é contar a história de como é lidar com isso. Acho que, se alguma coisa, tu sais a sentir-te um pouco melhor. Então se vais abordá-lo, o Bill não poderia ter escolhido uma maneira melhor para falar sobre isso.

Mencionaste que estás numa fase transacional. O quê que isso significa exatamente para ti?

Tenho representado desde que tinha sete anos e sinto que tenho ido constantemente. Amo o que faço, mas quando estamos a descobrir quem somos e estamos no topo disso é do tipo, ‘O quê que quero fazer? O quê que quero representar? Que tipo de lírica seriei?’ Quando tens 15 anos e gravas um álbum, não escreves coisas do estilo da Adele. Dos 15 aos 22 anos tenho experenciado tanto e percebo mais as coisas. Agora estou capacitada de incorporar realmente o meu estilo. A música é uma conduta realmente poderosa e ainda não a tenho utilizado completamente. Tenho algumas surpresas a caminho com a minha música muito, muito em breve e é esse lado de mim. E eu mudei-me para a minha primeira casa este ano. Este ano foi mais como um ano de faculdade para mim.

Qual foi a primeira coisa que compraste para a tua nova casa?

A minha cama. Isso é algo extremamente importante. Todo o meu quarto foi decorado antes da casa inteira. Tornei-o o meu pequeno domínio. É bastante seguro.

Então estás a tornar-te uma crescida.

Alguns dias! Há dias em que me sinto totalmente a bordo; há outros em que sou do tipo, ‘Preciso da minha mãe! Não consigo fazer isto!’ É desconfortável, ma acho que é para isso que serve a nossa faixa dos 20 anos.  

É estranho que sempre que fazes qualquer coisa, as pessoas reagem imediatamente online?

É tão estranho. Tenho não prestar atenção. Não faço nada com o propósito de ninguém além dos meus fãs e eu mesma. Adoro poder publicar coisas e contar-lhes onde estou e partilhar coisas animadoras. Mas, obviamente, é um bocado estranho porque queres perguntar a todos estes adultos vulgares porque estão a falar tão mal de uma jovem mulher, ‘O que estavam a fazer aos 18 e 21 anos?’ É aí que termino. Se querem viver a vossa vida dessa maneira, tudo bem, mas eu vou viver a minha desta maneira, ser feliz, manter-me positiva e continuar em frente.

Já aprendeste alguma coisa sobre equilibrar a tua vida pessoal enquanto estás nas atenções do público? 

Agora, ao fazer parte da geração mais nova, estamos sempre online. Posso livrar-me dos paparazzis e ir a algum lado, mas as pessoas continuam a ter telemóveis com câmaras e Twitter. A minha geração está sempre a falar seriamente sobre tudo. É elevado. É-me um pouco difícil separar certas vezes, mas vem com o território e eu tento viver a minha vida da maneira que quero.

Como foi a tua experiência na Paris Fashion Week?

Foi fantástica. Foi a minha primeira vez. A Cara Delevingne é uma das minhas melhores amigas e mostrou-me as passarelas. É uma cena diferente.

Qual é a tua geral abordagem nas compras?

Sinceramente, depende do meu humor. Às vezes sou do tipo, ‘Quero comprar algo realmente bom para mim. Vou ao centro comercial e encontro aquela peça.’ Recentemente foi este casaco de couro da Givenchy que tinha de ter. Não o posso vestir já porque está um milhão de graus lá fora e estou apenas sentada aqui. Acho que me vou forçar a ir a algum lugar frio para o vestir. Mas também posso ir à Forever 21 ou à Urban Outfiters e gastar apenas alguns dólares e ter um monte de novas peças de roupa. 

Vais diretamente ao centro comercial?

Completamente. Não sei como comprar online. Sei as horas que são boas. Do tipo, ‘Certo, as crianças estão na escola durante esta altura. Estou bem.’ Vou de manhã cedo. Estou, literalmente, a fazer compras com todas as mães. É tão divertido.

Que tendência é que tentaste que não resultou realmente em ti?

Oh, eu já cometi erros nas red carpets. São as tendências geralmente. Nunca sei aquilo que devo vestir. Vou tentando coisas. Acho que a minha página do Google é como se fosse o meu anuário. Olho para trás e fico do tipo, ‘Porquê que eu vesti aquilo?’ Como collants de rede, cintos e apenas demasiadas coisas. Costumava pensar que quanto mais adicionasse, melhor ficaria. Lembro-me de ter vestido uma vez calções com collants, meias, saltos, um sinto e depois um colar. E a camisola dizia ‘Mais Escaldante do que o Sol.’ Foi tão mau. Mas pelo menos a minha mãe deixava-me vestir a mim mesma e acabei por ser eu a descobrir isso.

Matéria: ELLE | Tradução & Adaptação de Texto: Selena Gomez Portugal

FOTOS & VÍDEOS: Selena Gomez no programa televisivo “The Talk”!

Foi exibida hoje (17) a entrevista de Selena Gomez ao programa “The Talk”, onde foi para promover “Rudderless” e, além de falar sobre o filme, falou sobre a sua nova casa, a Taylor Swift, os Haters adultos e ainda jogou ao “Jogo de Adivinhar as Estrelas a Dançar”! Confere a entrevista completa e legendada abaixo:

Poderás conferir dois excertos em HD, porém sem estarem legendados, clicando aqui & aqui.

Através da conta do Twitter do programa de das apresentadoras, várias fotos da atriz e cantora nos bastidores foram divulgadas! Confere-as clicando nas miniatura abaixo:

17 de Outubro – The Talk:

2014TheTalk001.jpg no photo no photo no photo

Twitter (Outros):

TwitterOthers0652.jpg TwitterOthers0655.jpg TwitterOthers0656.jpg TwitterOthers0657.jpg

Via Facebook, o programa divulgou ainda vídeos da Selena nos bastidores, a responder a perguntas relacionadas a conselhos que possa dar aos seus fãs que sofrem de bullying na escola, o seu trabalho com a UNICEF e ainda as suas maiores inspirações femininas! Confere-os então abaixo:

PT: O The Talk em exclusivo com a Selena Gomez: Ela partilha um conselho para os seus fãs que lidam com desafios na escola & o que torna cada pessoa especial.

“Primeiro, diria para ficarem na escola, vale a pena, prometo. Porque se torna difícil e eu acho que o conselho que daria, seria para se focarem no objetivo final porque é o vosso futuro – que é o lugar onde querem estar na vida e o que vos fará felizes – e tudo aquilo que acontece, quer seja as pessoas a serem maldosas, desrespeituosas, a vos deitarem abaixo, não se sentem confortáveis e confiantes, não setem que sabem quem são…Tudo isso está completamente bem. É tão normal e esperado de acontecer. Diria apenas para continuarem, vale a pena, prometo. Vocês são todos bonitos e todos nós temos impressões digitais diferentes, somos todos diferentes. Somos todos feitos para sermos quem somos.”

 

PT: O The Talk em exclusivo com a embaixatriz da UNICEF, Selena Gomez: “A coisa mais gratificante é utilizar aquilo que tenho, em qualquer capacidade…para ajudar estas crianças.”

“Sinceramente, começou de uma maneira super orgânica porque tinha 17 anos quando comecei a trabalhar com a UNICEF para a campanha “Trick or Treat”. Assim que me coloquei no lugar deles e fiz a minha primeira viagem em missão com eles, tudo se juntou e eu pude testemunhar o que eles fazem com estas crianças em toda a parte.A coisa mais gratificante é utilizar aquilo que tenho, em qualquer capacidade, quer seja a minha plataforma ou a minha voz, tudo aquilo que eu puder para ajudar estas crianças. Vivo a minha vida todos os dias e sei que posso fazer algo bom.”

 

 

PT: O The Talk em exclusivo: A Selena Gomez revela algumas das mulheres que mais a inspiram!

“Eu diria que algumas das minhas inpirações são a Meryl Streep, Reese Witherspoon, sua mãe e Olivia Pop* “

*Personagem da série “Scandal”.

Fontes: CBS, Twitter & Facebook | Texto: Selena Gomez Portugal

ASSISTE EM DIRETO: Selena Gomez cede entrevista ao programa “The Talk” – FIXO

A terminar a sua semana de compromissos promocionais de “Rudderless“, a entrevista cedida por Selena Gomez ao programa “The Talk” será exibida hoje! Confere então abaixo, todas informações e players para assistires em direto:

Fazermos ainda a cobertura da mesma na nossa conta do Twitter. Porém, caso não te seja possível acompanhar em direto a cobertura ou exibição, assim que estiverem disponíveis online publicaremos vídeos e fotos da entrevista!

FOTOS: Profissionais de Selena Gomez no programa “Jimmy Kimmel Live!”

Adicionámos em primeira mão à galeria do site, fotos profissionais de Selena Gomez durante a sua entrevista no programa “Jimmy Kimmel Live!“, no passado dia 15 (revê a entrevista completa legendada aqui)! Confere-as então, clicando nas miniaturas abaixo:

2014JimmyKimmel003.jpg 2014JimmyKimmel005.jpg 2014JimmyKimmel006.jpg 2014JimmyKimmel002.jpg

Fonte: ABC | Texto: Selena Gomez Portugal

VÍDEO: Prévia de Selena Gomez no programa “The Talk”!

Selena Gomez será a convidada especial de hoje (17) do programa “The Talk“, tendo durante a madrugada sido divulgada uma prévia! Confere-a no início do vídeo abaixo e aos instante 0:17:

Na sexta-feira, a estrela pop Selena Gomez. A sua música faz-nos querer dançar!

Fonte: YouTube | Texto: Selena Gomez Portugal

REVERB: “A Selena Gomez é uma cantora fantástica” – Ben Kweller em entrevista ao site

Ben Kweller e a sua equipa de produção, foi responsável pela banda sonora de “Rudderless“, tendo cedido uma entrevista ao site Reverb sobre a criação da mesma e a sua experiência no filme. Durante a entrevista, em resposta a uma das perguntas que lhe foi feita sobre a gravação musical do filme, Ben não deixou de mencionar elogiar Selena Gomez! Confere abaixo:

Pergunta: Como é que foi o processo de gravação relativamente às tuas próprias produções?

Ben Kweller: Fizemos as coisas rapidamente e tivemos uma gravação explosiva. A Selena é uma cantora fantástica e super rápida a receber a informação das suas partes. 

Matéria: Reverb | Tradução & Adaptação de Texto: Selena Gomez Portugal

NYLON: “Será muito, muito em breve” – Afirma Selena Gomez sobre o lançamento da sua nova música!

Apesar de só ter duas cenas em Rudderless—o filme de estreia de William H. Macy como realizador sobre uma perda trágica, nos cinemas amanhã— a Selena Gomez entrega uma prestação musical e de representação deslumbrante e emocionalmente carregada. Com o lançamento do seu filme e o seu novo álbum prestes a ser lançado a caminho, Gomez tem bastante sobre o que falar.

Falando sobre assuntos de perda no filme. Já experiências-te o tipo de perda pelo qual a Kate passa?

Primeiramente, eu acho que em geral tenho a idade da Kate e então já sinto tantas emoções/sensações e estou a descobrir o quê que isto significa, o quê que aquilo significa. Não temos a certeza de quem somos então depois junta-se uma tragédia como perder alguém e isso pode literalmente alterar tudo sobre nós. Não temos idade para entender realmente o quê que aqueles sentimentos são e como os manter e controlar. Essa é a pior parte sobre perder. Perder alguém é quase pior do que nos perdermos a nós mesmos, na verdade. Essa é a mensagem. Vêem a Kate e ela está apenas perturbada. Nunca vez um fecho nela e ela terá de transportar isso por um tempo. E eu acho que isso é importante, acho que muitas raparigas se conseguem relacionar com isso. É algo bastante difícil mas perdermo-nos a nós mesmos é ainda pior.

Já experiências-te este tipo de perda na tua própria vida?

Tenho tido bastante sorte em não perder ninguém mas já experienciei algo do tipo, já o vi magoar pessoas e já vi o que pode fazer a alguém. Acho que é importante ter salvação e esperança, e é isso que este filme é. Começamos com algo extremamente trágico mas depois com o desenrolar vê-se salvação. Quer tenha sido ou não correta a maneira como ele foi para isso, foi a maneira pela qual a personagem do Billy precisava de ir. 

Ele tocar músicas do seu falecido filho daquela maneira, é perdoável?

Sinceramente, amo música, sou música. Acho que a música é a língua universal. Quando estamos tristes, ouvimos uma música triste. Quando estamos felizes, ouvimos uma música feliz. Então ele conheceu o que o seu filho sentia através da música. Esse é um bocado do encerramento.Mas pessoas magoadas, magoam pessoas, essa é apenas a verdade. Quando estamos chateados e magoados, fazemos coisas. É uma reação imediata e eu acho que ele fez o melhor que pôde e a minha personagem não conseguiu, definitivamente, aguentar isso.

É muitas vezes difícil para uma estrela jovem fazer a transição para papéis adultos. Tens um plano controlado para a tua carreira?

Não sinto que há um plano desenhado, especialmente porque eu acrescento o elemento da música porque amo música e amo tanto ambos. Para mim, estou no meio dessa transição, então não direi que sou bem sucedida e que o fiz, porque ainda não tenho a certeza. Continuo a ir a audições e a bater às portas para fazer com que as pessoas assistam a uma prestação minha. As pessoas já têm uma perceção minha e eu estou a tentar entrar e criar esta personagem de uma maneira a que a vejam e prove para mim mesma, não apenas aos realizadores de castings, porque uma vez que tenho a parte, tenho de o provar na audição. Sinto que as decisões que já tomei, bater na madeira, têm sido boas. Ainda o estou a descobrir.

Alguma chance de te juntares ao Justin [Bieber] para um single?

O meu sonho é na verdade o Bruno Mars, não vou mentir. Ele é um dos músicos masculinos mais talentosos. É super fixe e tem todo um outro estilo. Acho que isso seria divertido. Sinto sempre que é melhor não misturar o trabalho.

Tens um novo álbum a caminho. O que nos podes contar sobre isso?

Tenho algumas surpresas a caminho com as quais estou muito animada por partilhar com os meus fãs. Será muito em breve, então estou muito animada. Provoquei sobre isso no início do ano ao dizer aos meus fãs que tinha um projeto secreto a caminho de ser realizado brevemente. 

O que nos podes contar sobre isso?

Não quero falar sobre isso porque tenho estado tão bem este ano e ninguém descobriu nada então será animador. Terão de o ver. Será muito, muito em breve.

Matéria: NYLON | Tradução & Adaptação de Texto. Selena Gomez Portugal

VÍDEO: Felicity Huffman partilha vídeo de Q&A com Selena Gomez via Facebook

Via Facebook, Felicity Huffman (colega de elenco de Selena Gomez em “Rudderless”), partilhou um vídeo gravado no dia da press junket do filme, de Perguntas & Respostas com a atriz e cantora, sendo todas bastante interessantes! Confere-o então abaixo:

Felicity Huffman: Olá, sou a Felicity Huffman e eu estou aqui sentada com a adorável Selena Gomez. Temos estado a falar sobre “Rudderless” o dia inteiro, estamos numa pausa então pensei que seria divertido fazer-te algumas perguntas de resposta rápida. Apenas para nos divertir-mos.
Selena Gomez: Tudo bem. Estou pronta.
Felicity Huffman: Certo, podes ou não responder. Qual é o teu hábito mais estranho?
Selena Gomez: Sinceramente, talvez seja beliscar ou friccionar as minhas pernas. É tipo uma coisa nervosa, não sei porquê.
Felicity Huffman: Qual é o teu maior medo?
Selena Gomez: Desapontar-me.
Felicity Huffman: Nada de monstros ou aranhas?
Selena Gomez: Não.
Felicity Huffman: Ela é profunda. Se pudesses viver em qualquer outro lugar do mundo, onde seria?
Selena Gomez: Paris.
Felicity Huffman: Já lá estiveste?
Selena Gomez: Sim.
Felicity Huffman: E tu amas Paris?
Selena Gomez: Sim, fiz uma viagem pela rota do champagne.. era apenas bonito, sinto-me bastante exótica e europeia.
Felicity Huffman: O meu amigo Timothy Hutton comprou agora um apartamento em Paris, então podemos ficar lá.
Selena Gomez: Aí está! Obrigada Tim, estou a auto-convidar-me.
Felicity Huffman: Se pudesses voltar em forma de animal, qual seria?
Selena Gomez: Um macaco. A sério, é o animal mais fixe de sempre, consegues trepar qualquer coisa.
Felicity Huffman: O que mais admiras numa mulher?
Selena Gomez: Sinceramente, o respeito.
Felicity Huffman: Se elas se respeitam a elas mesmas?
Selena Gomez: Sim, e às outras mulheres.
Felicity Huffman: Vem-te à cabeça alguma mulher que o faça?
Selena Gomez: A minha mãe.
Felicity Huffman: Adoro mães.

Fonte: Facebook | Texto: Selena Gomez Portugal

VÍDEO: “Prefiro dizer às pessoas que não me deitarão abaixo” – Selena Gomez em nova entrevista

Após uma semana da press junket e premiere de Rudderless em Los Angeles, CA, entrevistas feitas ao elenco continuam a ser divulgadas, tendo uma nova de Selena Gomez o sido! Confere-a abaixo:

Confere o vídeo clicando aqui;

“A minha mãe está ali. Ela está, na verdade, a esconder-se de tudo. Então a minha mãe é o meu par.”

“Eu prefiro dizer às pessoas que não me deitarão abaixo, porque está tudo bem em não saber quem sou, está tudo bem em eu estar a tentar descobrir o que está certo e errado. E eu quero que as pessoas saibam, especialmente as minhas fãs [raparigas], que eu prefiro apenas continuar em frente.”

“Acho que tenho de me manter num lugar onde o meu coração esteja a salvo.”

“Isto sou eu a usar a minha geração e a mostrar-lhe todo um outro lado dela. Apenas porque eu sei que, se sou a pessoa mais inteligente na sala, estou no lugar errado.. e eu quero que eles se sintam dessa maneira.”

Fonte: Extra | Texto: Selena Gomez Portugal

FOTOS & VÍDEO [LEGENDADO]: Selena Gomez cede entrevista ao programa “Jimmy Kimmel Live!”

Como previsto, durante a madrugada de hoje foi ao ar nos EUA o episódio do programa “Jimmy Kimmel Live!” que contou com uma entrevista de Selena Gomez, sobre o filme “Rudderless“, mas também sobre assuntos como uma “selfie”, a sua nova casa (incluindo o mini-frigorífico que tem no seu quarto) , o uso que dá ao seu telemóvel, a sua paixoneta por Billy Crudup revelada por si no momento e ainda sobre Gracie! Confere-a então, já legendada (basta ativares as legendas), no vídeo abaixo:

Clicando aqui poderás conferir excertos em HD, porém sem estarem legendados.

 

Através da conta oficial do Twitter do programa, foram ainda divulgadas duas fotos da atriz e cantora no mesmo, sendo uma ao lado do apresentador, e outra nos bastidores! Confere-as clicando nas miniaturas abaixo:

2014JimmyKimmel001.jpg TwitterOutros0651.jpg NoPhoto NoPhoto

Um fã que a fotografou durante a entrevista, partilhou igualmente a sua foto. Confere-a abaixo:

2014Outubro044.jpg NoPhoto NoPhoto NoPhoto

Fontes: ABC & Twitter | Texto: Selena Gomez Portugal

Copyright © 2014 -Selena Gomez Portugal - Todos os direitos reservados | Layout por Ana Liziane